Está na altura de nos conhecermos

09 Fevereiro 2018 por Sofia Rocha e Silva

No dia 15 de fevereiro faz 3 anos que criámos a Transa. Do muito que aconteceu, acho que posso falar por todos quando digo que não foi um percurso linear, mas é bom poder ter mais de duas mãos cheias de pessoas com quem partilhar o orgulho de chegarmos até aqui. É um acontecimento modesto, mas bom. Temos 3 anos, ainda nem estamos na escola primária.

Para celebrar os desafios, os erros e as coisas boas que conquistámos, vamos abrir o escritório no dia 17 de fevereiro. Começamos às 10h com o regresso do Meia de Letra, passamos para uma tarde cheia de brincadeira com a Casa do Brincar e terminamos o dia com cocktails, uma exposição simbólica e música.

Venham, e tragam amigos. Está na altura de nos conhecermos.

O Centro Cultural Regional de Vila Real

O Centro Cultural Regional de Vila Real também é uma cooperativa, como nós. Teve a sua origem no Encontro de Jogos Populares, e está neste edifício desde o início dos anos 80 e entretanto, entre muitas outras coisas, criaram a Universidade Sénior de Vila Real, que co-habita o espaço. Não sabemos assim tanto sobre este edifício (se souberem, escrevam-nos!), mas no Vila Real História ao Café Elísio Neves conta que, em 1833, D. Carlos de Bourbon, pretendente ao trono de Espanha, viveu três meses neste palacete (então chamado Casa de São Pedro).

Numa história mais recente, no lugar do nosso escritório esteve a Rádio Voz do Marão durante quase quarenta anos. É um lugar muito especial e do qual contamos cuidar durante muito tempo. Se nunca aqui entraram, o aniversário da Transa é o pretexto prefeito, não vos parece?

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_15c3

Meia de Letra (10h00-12h00)

O Meia de Letra é um evento que começámos o ano passado (ainda no antigo escritório) e que, com a mudança, deixámos de fazer. Inspira-se nas Creative Mornings e na Glote. O ideia é simples: tomar o pequeno-almoço, falar sobre temas diferentes, e talvez pelo caminho aprender algo novo. Já tivemos connosco o Jorge Almeida (Koiastudio), o João Ribeiro da Silva (Museus de Vila Real), o Renato Costa e o Daniel Pera (Bisarro, e também Transa), e a Rupestris. No dia do nosso aniversário os convidados somos nós e vamos conversar sobretudo sobre a Transa.

Para o Meia de Letra a inscrição é necessária e limitada a 30 pessoas, mas a entrada é gratuita.

16403280_1170074346442576_5264991810992909434_o

Tarde da Casa do Brincar (15h00-17h00)

Como já tínhamos dito, a Casa do Brincar em Vila Real é a nossa novidade mais colorida. A Joana e a Ana prepararam brincadeiras todos os sábados e férias escolares desde que começaram a fazer parte da Transa, em setembro. Na tarde do aniversário, para os mais pequenos, vamos ter brincar livre. Há brinquedos, há jardim para correr, há muito para fazer, mas os brinconautas estão à sua vontade.

UNADJUSTEDNONRAW_thumb_e79

Cocktails, brindes e exposição (17h00-20h00)

Felizmente já há muitas palavras na história da Transa, e três delas são Cocktails do Pam. Não, não adianta procurarem no facebook nem no google, não há nenhum bar com esse nome (pelo menos em Portugal). O nosso amigo Pedro Pam já não serve cocktails sequer, mas aceitou sair da reforma por uma tarde porque lhe explicámos o grande valor sentimental que teria para nós (é mesmo verdade, não é choradinho). Das 17h às 20h a nossa festa de aniversário ganha vida: abrimos o escritório, temos cocktails, música e os nossos 3 anos de atividade (e mais) a rechear as paredes.

Depois de vários meses a arranjar o escritório pouco a pouco, terminámos. Foram vários meses a tentar arranjar tempo no meio de tudo o resto. Caixas, buracos no tecto, e tinta em todo o lado (a CIN foi muito simpática e patrocinou-nos com toda a tinta que precisámos). Agora que está tudo, é festa!

festa-transa-14